Vereadores condenados a devolver R$ 400 mil aos cofres públicos

A Primeira Câmara do TCE julgou irregular a prestação de contas de 2006 da Câmara de Vereadores de Caruaru e condenou 14 parlamentares a devolverem juntos aos cofres municipais o valor de R$ 400.043,91.

O relatório de auditoria elaborado pelos técnicos do TCE apontou irregularidades na utilização das verbas de gabinete recebidas pelos vereadores, inclusive pelo ex-presidente da Câmara Municipal, Leonardo Chaves da Silva.

Os parlamentares condenados e os respectivos débitos imputados estão descritos na lista abaixo:

1) Laura Mota Gomes – R$ 21.403,00

2) Gilberto Jos̩ da Silva РR$ 26.988,00

3) Diogo Cesar de Miranda B. Cantarelli – R$ 32.508,30

4) Cecílio Pedro da Silva – R$ 31.436,09

5) Espólio de Sebastião F. Dias de Oliveira – R$ 27.691,00

6) Lourinaldo Flor̻ncio de Morais РR$ 30.772,86

7) Manoel Ant̫nio de Oliveira Alecrim РR$ 35.466,32

8) Marco Aurélio Casé – R$ 24.592,24

9) Manoel Teixeira de Lima – R$ 27.791,00

10) Gilvan Pereira Reis – R$ 30.550,18

11) Jos̩ Joel Alves РR$ 27.759,00

12) Severino Barbosa Leal – R$ 31.690,92

13) Joseval Lima Bezerra – R$ 30.130,0

14) Leonardo Chaves da Silva – R$ 21.265,00

O relator do processo foi o auditor substituto Carlos Pimentel. Segundo ele, a irregularidade encontrada na utilização das verbas foi a ausência de finalidade pública em gastos com combustível, peças, serviços e seguros de veículos, locação de imóveis e publicidade.

Gerência de Jornalismo (GEJO) / Diário Oficial de Pernambuco, 13/11/10

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *