Câmaras: Controle Interno, controle físico dos materiais de almoxarifado e procedimento licitatório

TO

O Pleno do Tribunal de Contas do Estado analisou, em sessão plenária desta quarta-feira, 1º, o recurso ordinário da Câmara de Vereadores de Lajeado. O processo trata da prestação de contas de ordenador do exercício de 2008, julgadas irregulares pelo TCE com aplicação de multa no valor de R$ 2,5 mil.

Entre as falhas encontradas, estão a ineficiência do Controle Interno, a ausência de controle físico dos materiais de almoxarifado e procedimento licitatório irregular.

Sessão Plenária
Ao todo, foram analisados e julgados 15 processos pelo Pleno, como recursos ordinários, pedidos de reconsideração, contratos, embargos e apostilamentos.

As sessões são realizadas às quartas-feiras, a partir das 14h30. Transmitidas ao vivo pela internet, no site www.tce.to.gov.br, podem ser acompanhadas também pelo twitter @tceto.

Fórum de Controle

Problemas no Controle Interno, como falta de relatórios e acúmulo de funções, causaram o julgamento da prestação de contas da Câmara de Lajeado como irregular.

Para evitar esse tipo de ocorrência, o TCE promove o 1º Fórum de Controle do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins, com foco no Controle Interno, setor responsável por acompanhar e organizar os registros, demonstrações, informações e relatórios contábeis dos órgãos públicos. O evento será realizado na próxima sexta-feira, dia 03, no auditório do CEULP/ULBRA.

(Informações da ascom/TCE) – dito por “O Girassol”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *