TCE-MG – Vereadores mineiros podem passar a receber 13º salário

MG

Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE) aprovou, na sessão plenária na última quarta-feira, entendimento que permite às Câmaras Municipais optarem pela edição de lei ou resolução como instrumento normativo adequado para regulamentar a concessão de 13º salário aos vereadores. A questão, levantada por dois presidentes de Câmaras Municipais nas consultas 803574 e 732004 encaminhadas ao TCE, foi respondida com base nos votos do vice-presidente do TCEMG, conselheiro Antônio Carlos Andrada, após aprovação do Tribunal Pleno.

Na consulta 803574, o presidente da Câmara Municipal de Águas Formosas, Elvis Lúcio Barbosa Lima, ainda questionou sobre outros requisitos como a previsão e dotação orçamentária própria e a obediência ao princípio da anterioridade para concessão ao 13º salário aos membros da Câmara Municipal. A decisão do TCEMG ressalta que “a resolução ou a lei em sentido estrito deverá ser votada na legislatura anterior para produzir efeitos na subseqüente em virtude do princípio da anterioridade e os limites constitucionais referentes ao total da despesa do Legislativo Municipal e ao subsídio dos vereadores deverão ser respeitados (art. 29, VI e VII, art. 29-A, caput e art. 29-A, & 1, da CR/88).

Fonte: O Corvo – Veloz

2 comments

  1. José Fernandes Pinto

    No Brasil, tudo pode. Temos cidades que os vereadores têm apenas uma reunião por mês e ganham muito mais do que um trabalhador de 08 por dia. Outras cidades, é uma vez por semana. O 13º vai ser legal, mas IMORAL. O TCE está achando que o povo acha dinheiro na árvore. Por isso é que política virou comércio. Temos parlamentares que já foram reeleitos até por 05 mandatos. Como diria Bóris Casói. ISSO É UMA VERGONHA!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *