IPTU de Fortaleza: Prefeita cede e reduz reajuste do valor de imóveis

A prefeita Luizianne Lins (PT) aceitou modificar a proposta de aumento da alíquota de 30% para o reajuste do Imposto sobre Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) para residências. Assim, a bancada governista na Câmara Municipal de Fortaleza apresentou, durante a sessão ordinária de ontem, uma emenda modificativa propondo a criação de faixas de reajuste para os valores venais dos imóveis residenciais da cidade. Somente os imóveis residenciais cujo valor venal ultrapassa R$ 210.600 e os não residenciais permanecem na faixa de 30%, proposta anteriormente.

Segundo o texto da emenda, as residências com valor venal de até R$ 58.500,00 terão reajuste de 25%. Os imóveis residenciais avaliados entre R$ 58.500,01 e R$ 210.600,00 sofrerão reajuste de 27,5% e somente as moradias com valores acima de R$ 210.600,00 e todos os prédios não residenciais terão o reajuste de 30%, percentual que foi definido na mensagem da prefeita em exame pela Câmara Municipal.

A justificativa do líder da prefeita Luizianne Lins (PT) na Câmara, Acrísio Sena (PT), é a de que “será melhor para a cidade fazer um escalonamento tendo como base o valor venal dos imóveis (residenciais)”, conforme defendeu.

O petista explicou que os vereadores da base aliada se reuniram, na última terça-feira, e decidiram sugerir a emenda substitutiva, que foi redigida em nome do próprio líder da prefeita, sendo endossada pelos demais apoiadores da gestão.

Fonte: TV Canal 13

Acesse a notícia completa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *