Promotoria pede rejeição de contas de Kassab e vereadores

sao-paulo-bandeiraO Ministério Público Eleitoral pediu ontem a rejeição das contas das campanhas do prefeito Gilberto Kassab (DEM) e de 14 vereadores.

 

O promotor da 1ª Zona Eleitoral Maurício Antônio Ribeiro Lopes considerou irregulares as contribuições feitas por empreiteiras que atuam como concessionárias de serviços públicos.

 

“A Justiça Eleitoral já julgou as contas, já julgou essa tese do Ministério Público Eleitoral e considerou-a improcedente. Se houvesse procedência nessa tese, não seria apenas o Kassab que seria impugnado, seria até o presidente”, disse Ricardo Penteado, advogado na campanha do DEM.

 

No caso de Kassab, o promotor questionou ainda as doações efetuadas pela AIB (Associação Imobiliária Brasileira), associação ligada ao Secovi-SP que integra a lista do TSE de suspeitos de financiamento ilegal de campanha, e as contribuições realizadas pelo banco Itaú.

 

O Itaú disse ter um Comitê de Contribuição Política, “para assegurar a conduta ética desse processo”.


As empreiteiras Camargo Corrêa e CR Almeida disseram que as doações foram declaradas e legais. A Serveng Civilisan diz que não se pronunciará até ser notificada. A OAS não se manifestou.

 

Ricardo Vita Porto, advogado do presidente da Câmara Antônio Carlos Rodrigues, um dos 14 vereadores citados, disse ter recebido a notícia “com assombro.

 

Fonte: Blog do Noblat

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *