Vereadores são presos ao tentarem extorquir prefeito

01/04/2009 por 0

cadeiaQuatro vereadores foram presos acusados de formação de quadrilha, tentativa de extorsão e concussão. A prisão aconteceu na manhã de ontem na cidade de Igarapava (SP), após denúncia anônima. Um outro vereador ainda está foragido da Justiça.


As prisões ocorreram após uma mobilização que contou com o Grupo de Atuação Especial Regional para a Prevenção e Repressão ao Crime Organizado (Gaerco), promotores de Justiça e dezoito policiais militares da cidade de Franca (SP).

 

Segundo o promotor Cláudio Escavassin, os vereadores José Eurípedes de Souza, conhecido como “Zezinho da Boate”, José Alves Filho, o “Zé Bola”, Sérgio Augusto de Freitas, o Serginho, Roberto da Silveira, popularmente chamado de “Roberto do INSS”, e ainda o presidente da Câmara Municipal de Igarapava, Allan Kardec de Mendonça, estariam tentando extorquir o atual prefeito Francisco Tadeu Molina para “facilitar” a aprovação de projetos do Executivo.


A denúncia foi feita há cerca de 20 dias. A partir daí, o Gaerco começou as investigações sobre os acusados. Através de escutas telefônicas e monitoramento, foi constatada a tentativa de extorsão feita pelos parlamentares. O promotor disse que os vereadores estavam cobrando, para cada um, a quantia entre R$ 15 e 20 mil mensais. Assim, a operação realizada em Igarapava cumpriu mandados de prisão em desfavor dos parlamentares.


Flagrante – O flagrante ocorreu ontem quando o Gaerco, PM e Ministério Público chegaram à sede da Prefeitura Municipal no momento em que, durante reunião, os vereadores Zezinho da Boate, Zé Bola, Serginho e Roberto do INSS finalizavam as negociações da extorsão com o prefeito. Os quatro parlamentares foram presos, acusados de tentativa de extorsão, formação de quadrilha e concussão (exigir dinheiro ou vantagens para si próprio). Em seguida, eles foram levados para a delegacia de Polícia e apresentados ao delegado Clóvis Rodrigues da Costa.


Já o presidente da Câmara Municipal, Allan Kardec, fugiu do local pouco antes do flagrante. O helicóptero da Polícia, Águia, foi acionado e realizou rastreamentos pela cidade e nas proximidades do Rio Grande, para tentar localizar o presidente do Legislativo.


Policiais militares ainda realizaram buscas na residência do vereador Zezinho da Boate, conseguiram localizar dentro do forro da laje da residência duas caixas de munição calibre 38 e uma de munição calibre 32, um revólver calibre 32, um CPU de computador, vários talões de cheques e dinheiro. Os materiais foram apreendidos e levados para a delegacia.

 
Segundo o promotor, os vereadores presos serão transferidos de Igarapava. Ele conta que as investigações vão continuar. O prefeito também será investigado.


Até o fechamento desta edição, os vereadores ainda estavam sendo ouvidos pelo delegado e o presidente da Câmara, Allan Kardec, não havia sido localizado.

 

Fonte: Jornal de Uberaba

notícias

Sobre o autor

O autor não forneceu informações.
Nenhum comentário para “Vereadores são presos ao tentarem extorquir prefeito”

Deixe um comentário